terça-feira, 20 de março de 2012

Do valor das coisas

Enquanto proprietária deste Conto de Fadas, às vezes choca-me um bocado ouvir comentários do género "Ah, é caro" ou "Ah, é muito caro, é giro mas só se fizer um desconto..." a propósito de peças que, na sua grande maioria, andam entre os 10€ e os 20€.
Bem, gostava de esclarecer que isto é uma loja, não é a Santa Casa da Misericórdia. O pouco lucro que obtenho em cada peça (pois o material é de facto muito caro para mim, mas eu vendo-o ao preço mais barato do mercado para vocês) tem de dar para pagar uma renda, muitas contas, milhares de euros em encomendas de material, seguro de trabalho e de loja, licenças e, convém, tirar um pouco de salário para mim. Este último nem tem acontecido, apesar de a loja estar a correr muito bem, mas um negócio que começou há nem meio ano é assim... no início, é tudo para pagar o investimento.
Chateia-me um bocado ler/ouvir isto de parte de pessoas que depois compram  um par de brincos de bijuteria online de 20€ ou mais, quando quem os vende não tem loja física e, por consequência, não tem essas despesas. E quando as peças não valem nem custam para o revendedor nada quando comparado com o valor das minhas caixas de música.
Isto é um desabafo, que vale o que vale, mas é porque estou cansada de ouvir coisas parvas. Se as pessoas tivessem noção... oh se tivessem a mínima noção do que isto custa e do pouco que ganho... se calhar até se riam. Eu às vezes rio-me. Portanto não, nada disto é caro e, mesmo que fosse, eu tenho peças a partir de 1.20€, para qualquer carteira. E sobretudo peças de bom gosto. :-)

14 comentários:

  1. Oh, as pessoas falam para ver se conseguem um desconto. Mas a verdade é mesmo essa, não podemos esquecer os custos todos que uma loja acarreta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certo Devaneios, e é que se eu vendesse as coisas caras... mas eu vendo tudo muito barato, o meu agente (que é agente do Norte todo) diz que pratico os preços mais baixos de todos, e mesmo assim tenho de ouvir disparates! Parece que não percebem que aquilo são caixas de música, têm uma máquina dentro, são peças raras e não são chinezices... enfim.

      Eliminar
  2. Isso acontece mesmo em todo o lado. As pessoas estão sempre naquela "pode ser que este seja parvo e me faça um desconto" mas julgo que não seja de propósito para chatear, é mais tentar a sorte.
    Eu cá nunca digo nada dessas coisas. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer que eu também nao Alexandre! Só acho graça que ninguém vai para a Zara ou para a Mango dizer que é caro, pagam e calam. Nos negócios de privados é que têm a mania de fazer isso. Enfim!

      Eliminar
  3. Que pena que tenho de não conseguir visitar o espaço.

    ResponderEliminar
  4. Olá!
    Estamos solidárias consigo, pois "essas pessoas" têm atitudes muito injustas. Nós sabemos o que ter um negócio custa, porque trabalhamos num gabinete de contabilidade há muitos anos e lidamos com isso diariamente. Para si, deve ser muito difícil conseguir suportar todas as despesas fixas da sua loja.
    Os seus preços são muito acessíveis e por conhecimento próprio sabemos que usa margens muito baixas.
    Todos os seus artigos têm muita qualidade e perfeição.
    Enfim... não ligue...pois "vozes de burro não chegam ao céu".
    Beijinhos e força.
    SUCESSO!!!!

    ResponderEliminar
  5. Obrigada Handmade, acho mesmo que quem passa por elas é que compreende! Mas é bom sentir apoio, dado que estas coisas às vezes aborrecem. :) Sucesso para vocês também!

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde!
    O meu comentário vale o que vale, mas pronto...
    Acabei de entrar nas vossas páginas (facebook e blogue) e o primeiro pensamento que me ocorreu foi o seguinte: "Tão barato?". Isto porque também faço peças artesanalmente e tenho noção do preço dos materiais. Ainda para mais pensando que têm que pagar uma renda, etc..
    Na vida, aprendi algumas coisas e uma delas foi a seguinte: Quem mais pedincha é quem menos necessidade tem!

    Força e continuem!

    Bjs

    Sonhos personalizados

    ResponderEliminar
  7. Sonhos, obrigada. :-) Sim, nós praticamos preços muito baixos dentro do material desta categoria, mas isso é porque a nossa loja é em Viana do Castelo, onde há pouco poder de compra e porque a loja tem menos de 6 meses... É evidente que não é sustentável praticar estes preços com tantas despesas que uma loja implica mas para começar, tem mesmo de ser assim! Quando ganharmos (ainda mais nome) e clientela poderemos subir um pouco os preços, porque a verdade é que temos algumas peças que, numa outra loja da especialidade, são vendidas ao dobro... e vendem-nas na mesma!
    Sim, quem mais pedincha é quem mais tem mesmo, coisa que não compreendo mas é mesmo assim...

    Vou visitar a sua página, obrigada! :)

    ResponderEliminar
  8. Eu comprei uma peça que, por acaso, custou mais de 30 euros e não tive direito a desconto (nem sequer pedi!) mas tive direito à simpatia da FADA e ao seu profissionalismo! :-)

    Turrinhas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lol As pessoas acham mesmo que se pode fazer descontos em tudo, mas isso é só quem pratica grandes margens... no meu caso, às vezes fazer desconto significa ganhar um euro ou dois numa peça, e isso é insustentável. :) Simpatia sempre!

      Eliminar
  9. Acabei de ficar a conhecer o teu projecto no blog da tua irmã e queria antes de mais dar-te os Parabéns... as peças são extraordinárias! Eu diria mesmo mimos!
    Vou continuar a seguir-te e quem sabe em breve fazer uma encomendazinha...

    XOXO
    http://atravelerjourney.blogspot.pt/

    ResponderEliminar